Oração à Satanás

Tu, Satanás em forma de morena
Farias eu andar de Vercelli à Ravenna
Por um simples capricho

Não me achastes no lixo
Nem mesmo me ganhastes na sena
Mas me condenastes a esta pena

Que faz meu coração tornar-se um fétido gás
E meus verbos virarem líquidas cagadas
Os meus olhares para quem te olha, flechadas
E minha respiração, orações a ti, Satanás

Desejo apenas que teu lindo e cheiroso pescoço
Faça de mim alguém mais velho ou mais moço
Que teu recheado e suculento par de seios
Alimente, com suas tetas, os meus desejos

E que essa tua carnuda vagina
Seja ou esteja mais apertada
Do que minha imaginação imagina

Vem de ré, Satanás!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s